8 dicas que toda mulher deve saber para uma vida mais saudável

0

Embora a região íntima do corpo feminino tenha um sistema natural de autolimpeza, ainda é importante cuidar bem dela por meio de práticas de higiene.


Nos dias de hoje, à medida que as mulheres continuam a equilibrar sua vida profissional com as responsabilidades domésticas, elas tendem a ignorar a importância de sua própria saúde e bem-estar. A higiene feminina é uma necessidade muitas vezes negligenciada ao acompanhar seu estilo de vida agitado.

Não apenas as mulheres, é necessário que os adolescentes sejam apresentados à importância e aos métodos de manter suas áreas íntimas limpas e livres de infecções. É imperativo que eles estejam cientes de como manter a higiene pessoal para se manterem saudáveis, evitando problemas vaginais como – corrimento vaginal anormal, irritação vaginal, secura vaginal, odor não natural, infecções vaginais e doenças fatais de longo prazo, incluindo cervical ou cancro do ovário.

Embora a região íntima do corpo feminino tenha um sistema natural de autolimpeza, ainda é importante cuidar bem dela através de práticas de higiene, visto que é a zona mais sensível. A seguir estão algumas maneiras simples, conforme sugerido pela Dra. Lipsa Shah Ayurveda Consultant, Saifee Hospital, por meio das quais as mulheres podem incorporar a higiene feminina em sua rotina para ter uma vida mais saudável.


1. Garantir a limpeza adequada: Apesar do sistema autolimpante; é essencial limpar regular e completamente as partes íntimas com água ou produtos de limpeza suaves. Além disso, evite limpar em excesso ou usar produtos perfumados com produtos químicos fortes para evitar irritar a pele sensível. Em vez disso, use produtos de higiene com níveis de pH bem equilibrados, pois quantidades excessivas de sabão podem causar infecções. Além disso, opte por chuveiros em vez de banhos porque os últimos podem aumentar as chances de infecção. Existe uma vasta gama de produtos de higiene disponíveis no mercado, mas não deixe de consultar o seu médico antes de comprar ou usar qualquer sabonete íntimo, toalhetes ou outros produtos de higiene feminina.


2. Limpe corretamente: quando terminar de usar o banheiro e de tomar banho, siga a regra do polegar de limpar da frente para trás para evitar que as bactérias de sua região anal se movam para a vagina, o que pode levar a infecções urinárias. Certifique-se de que também lava as mãos todas as vezes antes e depois de usar o banheiro, para que nenhum germe passe das mãos para a genitália.


3. Vista roupas confortáveis: Recomenda-se sempre evitar o uso de roupas justas, e aderir a trajes internos respiráveis ​​que permitam o fluxo de ar, preferencialmente de algodão com forro entrepernas do mesmo material. Não use roupas justas como spandex ou calças sintéticas por muito tempo e troque-as imediatamente após o treino, caso contrário, o suor pode levar a infecções vaginais. Use roupas íntimas limpas de algodão para uso diário. Certifique-se de trocar suas roupas e roupas íntimas, pois elas podem ficar suadas após um esporte ou atividade física.

Veja também:  Os 14 principais benefícios do brócolis para a saúde

4. Cuidado ao usar o banheiro público: A necessidade de usar o banheiro pode surgir em qualquer lugar, a qualquer hora. Os banheiros públicos são usados ​​por várias pessoas todos os dias, o que aumenta o risco de contrair infecções. Portanto, deve-se sempre ter cuidado ao usá-los. Existem desinfetantes pequenos e portáteis disponíveis para as mulheres usarem em tais banheiros públicos para evitar infecções.


5. Higiene durante a menstruação: Toda mulher deseja se sentir limpa, sem cheiro e confortável durante essa época do mês. Portanto, é de extrema importância trocar habitualmente seu absorvente ou absorvente interno, sendo rigoroso em não usá-lo por mais de cinco a seis horas. Além disso, evite usar produtos perfumados, permitindo assim que o aparelho reprodutor limpe a área vaginal por conta própria. Mais importante ainda, evite fazer duchas higiênicas para prevenir doenças inflamatórias pélvicas. Também é aconselhável não limpar a vagina por dentro, pois isso pode aumentar o risco de câncer cervical. Em vez disso, use apenas água morna e sabão neutro para limpar a área e dar uma sensação de frescor.


6. Higiene íntima durante o verão: Nossos corpos tendem a transpirar mais durante o verão, aumentando as chances de infecções bacterianas devido ao suor e erupções cutâneas. Certifique-se de manter sua área íntima limpa e seca para prevenir erupções, infecções e odores.


7. Higiene pré e pós-coito: Relações sexuais seguras e protegidas são sempre recomendadas para se proteger de quaisquer DSTs. Lave as áreas íntimas com água morna limpa para evitar a infecção antes e depois do coito.


8. Visitas ao médico: além dos check-ups regulares, fique atento à sua saúde íntima. Às vezes, o corpo pode experimentar alterações físicas ou hormonais, levando a alterações no ciclo menstrual ou corrimento vaginal. Não hesite em contactar ou visitar o seu médico em caso de desconforto, infecção, emergência médica ou qualquer coisa observada de forma diferente do normal.

A higiene feminina é importante para manter a saúde geral e deve fazer parte dos rituais de higiene diários. A disponibilidade de diversos produtos de higiene facilitou e ajudou a manter as áreas íntimas limpas. No entanto, como todos os órgãos são diferentes, é sempre recomendável consultar o seu médico antes de usar qualquer um deles. Essas dicas podem ser mantidas em mente para garantir uma rotina e um estilo de vida feminino saudável.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.